História e Geografia do Azerbaijão

 História do Azerbaijão
História do Azerbaijão

A história do Azerbaijão conta que ao longo dos tempos, este território foi cobiçado por imensos grupos étnicos, nomeadamente pelos Árabes, Iranianos e pelos Mongóis.

Basicamente, esta região nunca soube o que era a unificação do território, a qual era habitada por vários povos, estes que acabaram por ser islamizados pelo povo persa (entre os séculos XI e XVIII).

Foi um país que viveu imensas guerras, sendo que no início do século XIX, a Rússia entrou em cena, conquistando o Azerbaijão aos persas.

Após a Revolução Russa no ano de 1917, o Azerbaijão declarou a sua independência, situação que durou imenso pouco tempo, uma vez que três anos mais tarde, o país foi invadido pelo Exército Vermelho Soviético, e no mesmo instante, denominado como a República Socialista Soviética do Azerbaijão.

Integra dois anos mais tarde, durante os anos de 1922 e 1936, na Federação das Repúblicas Socialistas Soviéticas da Transcaucásia, tornando-se no último ano numa verdadeira república.

Só em 1991, o país declarou independência, entrando na lista das Comunidades de Estados Independentes e no ano seguinte, foi admitido na ONU.

Bandeira do Azerbaijão

BANDEIRA AZERBAIJÃO
BANDEIRA DO AZERBAIJÃO

A bandeira do Azerbaijão é composta por três faixas horizontais, sendo que a de cima é azul claro, a do meio é vermelha e a de baixo é verde. Ao centro, sobre a faixa vermelha, existe um Quarto Crescente e uma estrela de oito pontas, ambos a branco.

O azul simboliza a herança cultural turca no país, o vermelho representa o progresso e o verde é incluído por ser a cor do Islão.

Quanto ao Quarto Crescente e à estrela, a sua ligação ao Islão podem parecer claros à primeira vista, mas sobretudo o caso da estrela tem levantado dúvidas, com alguns autores a apontarem a coincidência entre o número de pontas o número de letras da palavra Azerbaijão em arábico e entre esse número e quantidade de tribos de origem turca que habitam no país.

Geografia do Azerbaijão

Geografia do Azerbaijão
Geografia do Azerbaijão

A Geografia do Azerbaijão conta com a área territorial de 86 600 Km2, sendo um país localizado no Sudoeste da Ásia.

Este país fica situado a Leste da Transcaucásia (ocupando a zona Sul da Cordilheira do Cáucaso), e faz fronteira a Norte com a Rússia, a Sul com o Irão, a Oeste com a Arménia e com a Geórgia, tal como se encontra banhado pelo Mar Cáspio a Leste.

O cenário paisagístico aqui presente é principalmente composto por cadeias montanhosas, embora também tenha uma grande percentagem de terras baixas.

A Cordilheira do Cáucaso ocupa 50 % do território do Azerbaijão, local onde fica localizado o ponto mais alto do país, mais propriamente no Monte Bazarduzu Dagi, com 4 485 metros de altitude.

Mapa do Azerbaijão

MAPA DO AZERBAIJÃO
MAPA DO AZERBAIJÃO

O seu centro é ilustrado pelo Vale do Kura-Araks, tal como no Sudeste, fica o Vale de Lenkoran, conhecido por ter uma depressão absoluta que atinge os -28 metros abaixo do nível do mar.

Tanto no Sul como no Sudoeste destacam-se imensos terrenos montanhosos e vales férteis.

O clima no Azerbaijão

O clima no Azerbaijão

O clima no Azerbaijão

O clima do Azerbaijão pode ser moderado como subtropical, o qual apresenta-se semiárido, com pouca chuva, temperaturas altas no Verão e temperaturas suaves no Inverno. No entanto, a precipitação ocorre mais vezes que o normal na zona Sudeste e na época de Verão.

No território mais montanhoso, o clima sofre com temperaturas muito baixas (-7º C no Inverno e 13º C no Verão) e existem imensas quedas de neve.

Existem contrastes climáticos, uma vez que o clima é seco nas montanhas e húmido nas planícies. Os rios mais importantes para o país são os rios Kura e Aras.

Este país produz imenso algodão, e esta indústria implica o uso de químicos abrasivos, motivo pelo qual o Azerbaijão enfrenta problemas de contaminação do solo, assim como da água.

Ver ainda »

Natureza do Azerbaijão

Natureza do Azerbaijão
Natureza do Azerbaijão

A Natureza do Azerbaijão é bastante rica, uma vez que ainda podemos conhecer florestas no seu estado mais virgem e bastante bem conservadas.

O governo do país é bastante apreciado por outras nações pela sua conduta positiva relativamente ao estado ambiental do país.

Existem muitas reservas naturais, reconhecidas ao nível mundial, pois as suas espécies são bastante cuidadas por técnicos e biólogos, que acompanham o dia-a-dia deste ecossistema.

A Reserva Grikan é conhecida por proteger plantas bastante raras no mundo, que se localizam mais propriamente nas zonas baixas de Lenkoran e nas Montanhas Talysh.

Já o pinheiro Eldar é bastante protegido na Reserva Turianchay, árvore que preenche uma paisagem de tirar o fôlego.

A Reserva Ismailli tem dos complexos naturais mais belos do país, localizado na parte Oriental do mesmo e claro, o Lago de Goygol, o qual é considerado como um dos lugares mais belos do mundo.

Se tiver oportunidade, não deixe de conhecer também as reservas de Aggel, Basutchay, Karayaz, Kyzylagaja e Pirkuli.

A flora do país é composta por um número imenso de flores de bolbo, bastante coloridas e muitas delas, bastante raras.

Este país é composto por muitas florestas ilustradas por, essencialmente, várias espécies de pinheiros, pintando de vários tons de verde, uma imagem que vale a pena assistir ao vivo.

A sua fauna, naturalmente, é também bastante diversificada, cujos animais por norma vivem nas florestas acima citadas. Eles são o urso, o lobo, o veado, lince, o javali, lagartos (várias espécies), cobras (venenosas), lebres, lobos, raposas, texugos, gazelas, faisões, perdizes, galos, patos, cisnes, flamingos, entre muitos outros.

Este país é sem dúvida um local perfeito para quem quer fazer Turismo de Natureza, o qual oferece imensas condições para a prática de actividades como o trekking, observação de aves, mergulho, etc.